Bitter

 

BITTERS

Amargos, em inglês.  Termo de significado amplo, utilizado para descrever essências e bebidas alcoólicas feitas de raízes de flores, frutos e cascas maceradas em álcool neutro. Os ingredientes mais comuns são a laranja, a genciana e o quinino. Há muitos tipos marcas de bitters, incluídos em diferentes classificações. Há os feitos para ser usados em pitadas nos coquetéis, como os de laranja, de pêssego, a Angostura (de Trinidad), o Péychaud (franco-americano) e o Underberg (alemão), bom para curar ressacas. Há bitters semelhantes aos vermutes, tomados como aperitivo, como o Amer Picon (21%) francês e o Campari (24%) italiano; há os versáteis, que podem ser tomados como aperitivos ou digestivos bons para ressaca, como o Fernet branca (40% ou mais) italiano ou o Jagermeister (40% ou mais). E há ainda os bitters doces (30% ou menos) como o italiano China-Martini e o espanhol Calisay

 

Underberg é um bitter, ou seja, um digestivo de sabor amargo, feito a partir de ervas aromáticas e álcool.  De origem alemã, trata-se de um produto de grande sucesso no mundo, e – surpresa! – é produzido desde 1938 no Rio, mais especificamente na Tijuca, na rua Paul Underberg, 54.  A direção da gigante alemã, que só vende garrafinhas de 20 ml, porém, não reconhece a legitimidade da empresa brasileira, que engarrafa o produto em generosas garrafas de 920 ml, e há uma briga judicial há 20 anos.

Com seguidores fiéis e um sabor muito peculiar, o Underberg -nacional ou importado- gera diversas crenças populares: facilita a digestão, cura ressacas, abaixa o colesterol, relaxa e acalma.  Falta, é claro, comprovação médica para tanto, mas análises laboratoriais alemãs garantem a presença de vitamina B1 e antioxidantes.  O fato é que nosso diretor, Roberto Hirth, que tem fama não só de gourmet, mas de gourmand e até glutão, toma uma dose todo dia ao fim da tarde.  Seguindo o lema “SEMPER IDEM”, o Underberg é poduzido na Alemanha desde 1846 (!) com a mesma receita.  São utilizadas ervas provenientes de 43 países, que misturadas ao álcool (42% no Rio e 44% na Alemanha) envelhecem em tonéis de madeira.  Embora seja mais apreciado puro, Underberg é também utilizado em coquetéis.

visite o site:

http://www.underberg.com/

CAMPARI, o aperitivo italiano patenteado mais famoso do mundo.Pode ser  consumido com soda e gelo, ou como base de coquetéis, como os famosos Negroni e Americano. O Campari é uma bebida bem seca, com um sabor pronunciado de quinino. Ao pedir um Campari com soda na Itália, dificilmente consegue-se fugir da versão já preparada e engarrafada dessa mistura, que é uma decepção: o mais divertido do drinque é misturá-lo coma soda na hora de beber e contemplar o líquido vermelho a refletir o sol do meio-dia…

Visite o site:

http://www.campari.com/

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: